segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

10 dicas para se dar bem no Consulado Americano - versão revista e ampliada

UPDATE - 12/10/2009 - Pessoal, acabo de criar um blog específico para responder a todas as questões relativas ao visto americano, o Visto EUA (clique aqui - ou na imagem abaixo - e vá até o novo blog para tirar as suas dúvidas). Você pode enviá-la através do e-mail disponível no blog ou no próprio formulário de comentários. Mas você pode também ler aqui mesmo várias dessas dicas, como o próprio nome do post já diz (10 dicas para se dar bem no consulado americano) e tirar várias de suas dúvidas!



Mas não deixe de clicar aqui (ou na imagem acima) para conhecer o Visto EUA!!!


UPDATE (30/10/2009) - Pessoal, tem chegado algumas dúvidas sobre este post nos comentários. O problema é que esses comentários vem de anônimos que não deixam sequer um e-mail de contato, tornando meio complicado (a meu ver, quase impossível) de essa pessoa que está em dúvida obter alguma resposta de minha parte. Eu posso até deixar a resposta nos próprios comentários, mas será que as pessoas vão lembrar de passar lá pra ver, ou até mesmo conseguir encontrar esse post novamente? Sugiro que me enviem um e-mail (oloucomail@yahoo.com.br) ou que deixem um e-mail de contato nos comentários, ok?

Fique atento aos comentários deste post, pois lá mesmo algumas pessoas enviam suas dúvidas e lá mesmo eu as respondo. A pessoa respondida, vem com uma @ antes do nome. Exemplo: "@ João José, a sua dúvida é muito interessante, blablablá...".

E só pra adiantar aos interessados em viajar para os EUA: um novo post sobre as dicas de como se dar bem no consulado americano já está sendo preparado, mas dessa vez apenas com as perguntas enviadas pelos leitores, seja por e-mail ou comentários. Aguardem!

Tempos atrás, nos primórdios do Oloucomeu (mais de 2 anos atrás), eu fiz uma lista com 10 dicas para se dar bem no Consulado Americano, um tempo depois de ter voltado do states. "Bom, mas qual o motivo de eu querer ir ao Consulado Americano?". Se você sonha em participar de uma das maiores crises econômicas mundiais de perto, é no referido local que você vai retirar o seu visto de entrada até a terra do Obama! Mas então, qual(quais) o(s) motivo(s) de eu estar refazendo esta lista com as 10 dicas? Primeiro porque muita gente me manda e-mail até hoje querendo saber outras coisas que não mencionei na lista. Segundo, porque a lista já está desatualizada, a com a chegada do final do ano, tem muita gente fazendo intercâmbio, e nada como poder ajudar ao próximo com a minha vasta experiência. E, por último, tava foda de conseguir um novo assunto pra postar!

E sim, esse post é informativo e contém dicas reais, muito diferente da maioria das coisas que são vistas por aqui.

Sem mais delongas, vamos as dicas - agora atualizadas, mais completas e de forma mais organizada:

1 - Marcando a entrevista
Só pra marcar a entrevista você vai precisar desembolsar R$ 38 - Felizmente, esse preço continua sendo o mesmo da época que eu fui, 2 anos atrás. Para agendar a sua entrevista, visite o site do consulado clicando aqui. A crise ainda não chegou no consulado.

2 - Horários do consulado
Atente para a hora marcada. Se a sua entrevista estiver agendada para as 11 da manhã, coma à vontade, encha a barriga, pois você vai ficar lá no mínimo até as 2 da tarde, já que umas mil pessoas são entrevistadas por dia (sem exagero) - Infelizmente, a pontualidade não é o forte dos americanos e a demora continua da mesma forma ou até pior. Atente para o seguinte fato: para entrar no consulado, existe uma imensa fila na entrada que, em determinados casos, pode até dar a volta no quarteirão. E se a sua entrevista estiver marcada para o período da tarde, não adianta nada você entrar na fila na parte da manhã: você será sumariamente barrado na porta!

3 - Locais onde pode-se realizar a entrevista
Na minha época, a entrevista era feita somente em São Paulo (e quem mora longe e vai de busão deve chegar lá pelo menos umas 6 horas antes, pois o Terminal Rodoviário do Tietê é longe pra caralho do consulado). Mas parece que os americanos ficaram mais sensatos e abriram mais 3 consulados americanos no Brasil: Rio de Janeiro, Brasília e Recife. E antes que alguém pergunte: "Onde é mais fácil pra tirar o visto?". Pelo que ouvi falar, Recife é o local com o maior número de vistos negados. Muita gente tá pegando o pau-de-arara no nordeste até São Paulo (considerado o local mais tranquilo) pra não correr o risco de rodar. Mas as estatísticas não dizem nada! Se o oficial consular não quiser te dar o visto, ele não dará! Sei de dois casos: um que foi negado em Brasília conseguiu em São Paulo e um que foi negado em São Paulo, porém, conseguiu em Brasília!

4 - Atente-se a sua imagem
Se você for estudante, não fique imaginando que precisa se apresentar de terno e gravata. Estudante anda de calças jeans, camiseta e tênis; pelo menos faça a barba para não ficar com cara de terrorista! Essa dica continua valendo. Muita gente gosta de dizer que tem que chegar lá vestido como advogado pra impressionar, mas isso pode te prejudicar. Se você está indo como estudante, passe a imagem de um estudante!

5 - A maldita taxa SEVIS
Atente para todos os documentos que precisa apresentar na hora da entrevista. Se durante a sua espera pela entrevista as funcionárias pedirem educadamente (aos gritos) pra você ficar com todos os documentos nas mãos e você não encontrar a tal taxa SEVIS não se desespere: ela não estará com você mesmo. O máximo que vai acontecer é você ganhar uma carta dizendo que assim que estiver com tudo pago pode aparecer por lá sem marcar a entrevista novamente, economizando assim R$ 38,00.

No meu caso, a taxa SEVIS não estava comigo devido ao esquecimento do seu pagamento pelo dono da agência pela qual viajei (isso era de responsabilidade dele!). Pra minha absurda sorte, nesse mesmo dia ele estava em São Paulo e efetuou o pagamento da taxa e no outro dia pude retornar ao consulado para então passar pela entrevista.

Sobre a taxa SEVIS: não me pergunte o que isso significa, mas sei que ela foi instituída em 2004 para estudantes realizando intercâmbio. Ela funciona mais ou menos como um Big Brother. Através da SEVIS, os americanos tem todos os seus dados: sabe onde você mora, onde você trabalha, qual o dia termina o seu visto, etc. Tudo isso para evitar que estes fiquem ilegais no país. O valor atual é a merreca de US$ 200,00, mas no meu caso, paguei apenas US$ 35,00 (intercâmbio de curta duração).

6 - Prepare-se para gastar!
O consulado é uma máquina de fazer dinheiro. Só pra entrar no raio do lugar é preciso desembolsar 131 dólares, a ser pago em dinheiro, em uma agência do Citibank (em São Paulo tinha um guichê do lado de fora do consulado, infelizmente não tem mais), que anotará o nome e o número do passaporte do solicitante. Então, esteja preparado pra gastar! E por falar em entrar, não é permitido entrar com nenhum equipamento eletrônico no local. E, para o seu desespero inclua aí o celular. Se quiser telefonar pra mamãe, vai ter que usar o bom e velho orelhão (creio eu que exista lá dentro).

7 - Documentos apresentados
Se você for estudante, leve o maior número de documentos possível dos seus pais ou responsáveis que comprovem que eles tem condições de te bancar nos states e que você só está indo por pura experiência de vida. Exemplo de documentos: imposto de renda, escritura de imóveis, documentos de carros, resultado do último exercício de empresas, contra-cheques, etc.

8 - Você não sabe nada de inglês? Não se desespere!
Todo oficial consular fala um português de quinta categoria, daqueles que não dá pra entender nada. Então, se você souber o mínimo de inglês vale a pena solicitar que a sua entrevista seja em inglês, eles não vão ficar chateados; e não se preocupe com o monte de perguntas inusitadas que forem feitas a você, como por exemplo: "Onde a sua avó materna foi enterrada?". Vale lembrar ainda que alguns oficiais consulares preferem fazer a entrevista em inglês. Eles não querem nem saber se você fala ou não inglês. Se a sua entrevista começar em inglês e você não estiver entendendo absolutamente nada, peça-o educadamente que fale com você em português. Já ouvi casos que essa tática funcionou!

9 - Depois do visto concedido e outros gastos
Caso sua solicitação de visto seja aceita, pode comemorar! Mas, prepare-se pra gastar mais 40 dólares (uma outra taxa que ainda não sei pra que serve, alegam ser taxa de concessão de visto ) sem contar outros R$ 15,00 (capital) ou R$ 18,00 (interior) do sedex.
Obs.: o valor de concessão de visto citado é para estudantes. Para visto de turismo: não é cobrada. Para visto de negócios: US$ 60,00. Para visto de trabalho: US$ 100,00.

10 - Esteja preparado para imprevistos
Leve consigo pelo menos mais uma cueca na bagagem, porque ficar 3 dias com a mesma não é nada higiênico. Como a minha taxa SEVIS não foi paga, precisei ficar mais um dia em São Paulo para que ela fosse paga e poder voltar ao consulado só no dia seguinte; usando a mesma cueca, a mesma roupa...

11 - Não esqueça de pagar NENHUMA taxa e NENHUM documento!
E não deixe o seu agente de intercâmbio esquecer de pagar essa maldita taxa SEVIS!

Aí está a lista, atualizada e completíssima! Para maiores informações, consulte o site do Consulado Americano clicando aqui. E, clicando aqui e aqui você também encontra outras dicas interessantes!

E sim, a lista, como a anterior, tem 11 dicas e não 10 como anunciado. A décima primeira é só pra reforçar o quão importante é efetuar o pagamento de todas as taxas e estar com todos os documentos necessários no momento da entrevista!

Se você tem alguma dúvida, mande um comentário neste post com um e-mail de contato ou me envie um e-mail: oloucomail@yahoo.com.br. Assim que puder eu respondo!

Obs.: colaborou comigo o meu cunhado que acaba de chegar dos states e já deve ter passado por este consulado umas 5 vezes!

Obs.: Gostou deste artigo? Então, talvez queira assinar o RSS Feed do Oloucomeu!

Sr. Spock

78 comentários:

Malcan 03 dezembro, 2008 09:25  

Bem,estou meio longe de ir pra obamaland, então...... mas um dia essas dicas vão ser úteis!!! hehe!!

Cara, muito obrigado pela visita! Como você deve ter visto, tô começando, buscando uma identidade, mas sempre tentando levar algo de diferente ao leitor.
Fico muito feliz por ter gostado do meu blog. è bom saber que blogueiros mais experientes enxergaram algo de bom naquela pocilga!! hahaha!!

Ah, eu sou do interior de são paulo. Mas a minha namorada é de BH, por isso estou sempre por lá.

Cara, abraço, valeu mesmo!! e a gente se vê no msn!!

Fabiano Guazzelli da Silva 04 dezembro, 2008 21:39  

Caramba! nunca ouvi falar de alguém que tenha feito entrevista no consulado em inglês. Prá mim, apesar do péssimo português, eles deveriam fazer as entrevistas na lingua local.

Muro 05 dezembro, 2008 15:59  

Pois então, eu tenho o visto até 2010 e queria saber se voce tem dicas para renovar eu não sei nem como que se renova e se é mais fácil de conseguir renovar do que a burocracia que foi para adquirir.

Rog 08 dezembro, 2008 19:31  

tirei meu visto ano passado com meu RG+Passaporte. NUNCA, EM HIPÓSTESE ALGUMA, arrisque fazer como eu.

Minha tática foi: Passaporte com entradas na Arg e Uruguai + Uma carta da empresa que trabalho (que eu mesmo escrevi, imprimi e assinei)+ RG + carteira de motorista...além da gran de sacada: Uma pasta CHEIA de papel

Eu fui munido disto e de muita coragem (cara de pau)

Conversei em português com o atendente. Paguei as taxas, e na hora da entrevista coloquei a mão dentro da pasta e perguntei quais outros documentos ele precisava. Ele me encarou como um jogador de poker faz. E eu fiquei em silêncio.

Ele disparou: O seu visto está aprovado. Pague a taxa final ali, passar bem.

E eu fui embora feliz.

Fabíola Ariadne 08 dezembro, 2008 21:03  

Só uma informação, em Brasília não há consulado e sim embaixada.

Dr. Spock 09 dezembro, 2008 02:46  

Caro Muro,
Não tenho nenhuma informaçào concreta sobre o seu questionamento. Mas o fato é que se vc já tirou o visto uma vez e retornou ao Brasil, vc não encontrará maiores dificuldades para conseguí-lo novamente. Eles partem do pressuposto que se vc foi pra lá e retornou, ou seja, não ficou como ilegal, eles te dão um crédito de confiança.
Quanto a questões burocráticas, funciona da mesma forma, vc terá que pagar as taxas novamente e passar por todo o processo. Isso depois queo seu visto expirar, é claro
Espero ter ajudado!

Anônimo 11 dezembro, 2008 20:47  

Ola... tenho mtas duvidas sobre o assunto, se voces puderem em ajudar fikarei agradecida. É o seguinte terminei o Ensino medio esse ano (2008)gostaria muito de conheçer os EuA, so pra passear nao tenho intençao de morar, ainda sou de menor. É muito dificil pra mim conseguir um visto de turista?
Quais os primeiros passos que devo seguir ??

Obrigada

Anônimo 12 dezembro, 2008 20:46  

Tenho uma outra dica: Visite outro país.

Assim todas as dicas acima perderão efeito.

Não se arrependerá, com certeza.

Anônimo 29 janeiro, 2009 10:35  

Sou casado, temos 3 imóveis que estão em nome de minha mulher. E se eles do consulado americano pedirem para ver as escrituras dos imóveis,
haverá problemas em relação à demonstração do vínculo? já que os imóveis não estão no meu nome. Pretendo viajar, por 15 dias, pelos EUA em companhia do meu filho que fala inglês e é maior de idade.
Peço-lhes, encarecidamente, umas dicas sobre o que eu relatei. Muito obrigado.

Any 30 janeiro, 2009 17:25  

Olá...vejo q ainda tenho algumas dúvidas...eu tentei o visto a 2 anos atrás e fui negada...mas tentei como turista....e olha q eles nem olharam nenhuma papelada minha...mas dessa vez vou me matricular numa escola lá...e vou ser patrocinada por um americano...mas como tenho 21 anos e moro sozinha nao tem como eu apresentar vínculos aqui....oq eu faço?me ajudem por favor...meu msn é conqueringtheimpossible-eua@hotmail.com
aguardo um contato...e Deus abençõe vcs!!!

Anônimo 05 fevereiro, 2009 18:38  

ESTE BLOG É ÓTIMO, AJUDA MUITO!!!
VOU LÁ AMANHÃ ME DESEJE SORTE!!!

Anônimo 08 fevereiro, 2009 09:42  

Sou casado, temos 3 imóveis que estão em nome de minha mulher. E se eles do consulado americano pedirem para ver as escrituras dos imóveis,
haverá problemas em relação à demonstração do vínculo? já que os imóveis não estão no meu nome. Pretendo viajar, por 15 dias, pelos EUA em companhia do meu filho que fala inglês e é maior de idade.
Peço-lhes, encarecidamente, umas dicas sobre o que eu relatei. Muito obrigado. Meu e-mail: nilsonazevedo@globo.com
Meu nome: Nilson

Dalianinha 08 fevereiro, 2009 13:52  

Olá! Gostei dessas dicas, mas no meu caso estou tirando o visto de trânsito, já que preciso passar pelos EUA pra chegar em outro país, será que precisa de tudo isso só pra eu poder fazer uma escala lá? Tipo, comprovar que se tem renda e todas essas maluquices? ahaha bom, tava com essa dúvida da entrevista ser em inglés, mas ate fiquei mais aliviada.

Como ainda não fui ao consulado queria saber também como que funciona esse negócio de pagar pra entrar.. que absurdo! haha
Obrigada, bjus!

Dr. Spock 10 fevereiro, 2009 21:18  

@Dalianinha, um caso como o seu (transito pelos EUA), pra ser bem sincero, nunca ouvi falar! mas recomendo que você procure saber mais detalhes sobre o assunto entrando em contato com o próprio consulado. EU, infelizmente, nào poderei te ajudar quanto a isso!
Sim, e pra vc entrar no consulado (entrar mesmo!) e realizar a entrevista você precisar pagar as taxas descritas no post!
Desejo-lhe sorte na empreitada!

Dr. Spock 10 fevereiro, 2009 21:25  

@Any, o seu caso me parece ser mais complicado, já que você já teve o visto negado (creio que isso conste em seu passaporte). Mas dessa vez, como vc tem um patrocinador americano e vai se matricular em uma escola de lá, a sua ida deve ser facilitada. Sei de um caso recente em que um empregador americano contratou um funcionário brasileiro (entra mais ou menos como o patrocínio que vc mencionou) e conseguiu tirar o visto, pois, pra isso, o empregador americano precisou de passar por toda uma burocracia nos EUA pra poder contratar esse funcionário estrangeiro.

Boa sorte!

Pedro 13 fevereiro, 2009 18:56  

Tenho algumas dúvidas, marquei minha entrevista para a proxima terça 17/02 (me assustei com a rapidez, pois fiz o agendamento no dia 10/02). Não possuo imóveis no meu nome. O apartamento em que moro está no nome da minha mãe, porem moro sozinho nele e pago as despesas como IPTU e condomínio. Tenho carta do banco comprovando idoneidade financeira, extrato contendo valores na conta corrente e fundos de investimento (tudo carimbado e assinado pelo banco), carta da empresa em que trabalho há 10 anos contendo meu cargo, meu salário e período em que vou estar de férias (qdo pretendo ir aos EUA), declaração de imposto de renda ano base 2006 e 2007, além de contas de luz e telefone em meu nome, e tambem contas em nome dos meus pais no endereço em que eles moram (outra cidade). Levo tambem os diplomas de formação em curso técnico do CEFET e em curso superior em engenharia na PUC. Pretendo ficar na casa de um amigo americano que inclusive esteve no Brasil no ano passado, hospedado na minha casa, e que me mandou uma carta, digitada no computador, impressa e assinada à mão em que solicitava ao entrevistador que me concedesse o visto. Bom, desculpem pelo longo texto, mas gostaria de saber quais seriam minhas chances pela experiencia de voces. Alem disso, gostaria de fazer uma pergunta que pode parecer um tanto perturbadora, mas enfim, sou moreno e tenho traços fortes de latino americano. Vou fazer minha barba, deixar o cabelo mais-ou-menos e me vestir bem. A pergunta é: existe algum relato ou indício de que pessoas com características menos americanas ou européias sejam menos bem vistas pelos entrevistadores ou pelos agentes de imigração nos aeroportos americanos (descuple se essa pergunta causa perturbações mas às vezes sinto que americanos e europeus são um pouco relutantes com latinos nao-brancos como eu...)

Dr. Spock 13 fevereiro, 2009 19:49  

@Pedro Luiz,

Antes de mais nada, devo dizer que o seu questionamento (racismo) é muito pertinente, pois isso de fato ocorre. Muitos americanos são mesmo racistas com relação a negros e outras raças. Mas analisemos o seu caso:
Vc nao mencionou, mas pelo jeito vc está indo tirar o visto de turista. Coincidentemente, hj mesmo acabei de receber o retorno de uma pessoa que conseguiu o visto de turista. Transcrevo o email abaixo:

Dr. Spock,
Fomos entrevistados (meu filho e eu) ontem no consulado de Recife.
Ficamos mais ou meno 5 horas para sermos entrevistados.
a entrevista durou uns dois minutos.
O cidadão me perguntou se eu trabalhava, se eu era casado e as cidades que iria
visitar nos EUA e se meu filho estudava aqui no Brasil.
Respondemos com segurança e ele sequer olhou as tres pastas de documentos que
portavamos.
Disse-me apenas: VISTO CONCEDIDO, pague o SEDEX e aguardem os seus passaportes em casa..
Tchau e bênção!
Coisadeloucomeu!!!!
Em Junho vou passear no tal País Maravilha (hehehehehehe)
Um abraço, irmão.
Nilson

Como vc pode ver, se vc estiver firme e demonstrar tranquilidade, vc pode se dar bem... Ainda mais que vc tem uma carta do seu amigo (se ela tiver alguma forma validada - como uma autenticação - a sua situação fica ainda melhor, uma vez que vários empresários contratam funcionarios em outros países utilizando desses artifícios, como pedidos ao governo, etc.). Apesar de nunca ter visto um caso como esse da carta, que parece ser algo informal, recomendo que não a mostre, espere pelo procedimento normal, só a use em caso extremo (caso vc sinta que o visto será negado).
Te digo que eu mesmo tenho "cara de árabe", tenho muita barba, sou moreno, mas não tive nenhum problema com isso.
Por tudo o que vc me disse, com relação a seu trabalho, suas coisas, salario, imposto de renda, etc, etc, creio que as suas chances de conseguir o visto são MUITO grandes!

ariana_carter 21 fevereiro, 2009 01:42  

... queria sua orientação meu amorrrr.... rs. pretendo ir p U.S.A em agosto, apos tirar meu passaporte, e agendar meu visto, aquela papelada toda, e várias taxas... uma robalheira só. pois é..eu não trabalho, poré, tenho conta poupança com uma certa significativa quantia, e vou solicitar um card internacional, p encher linguiça. Vc acha que preciso que alguem da minha família tire comigo, p mostrar vínculo? o problema é que nem minha mãe nem meu pai possuem carteira assinada, eles tem imoveis ''casas'' ´so isso. sera que tem como? Agora minha duvida maior, o pai do meu padrasto possui uma situação finaceira muito boa ''rico'' rs, tem varios imóveis, sera que teria como eu levar no dia da entrevista documentos q comprove q ele esta custean do miha viagem, eles aceitam ser de terceiros... se puder me responder, ficarei muito grata. umm bj. meu email arianaduarte-rj@hotmail.com

Danielle Araújo 27 fevereiro, 2009 14:37  

bem, estou ha dois dias pesquisando relatos sobre a tão temida entrevista para ser concedido o visto americano. Meu caso é o seguinte: tenho 29 anos, moro com meus pais, estou cursando o 3 perido da faculdade de direito que é paga pelos meus pais, e nao estou trabalhando no momento, pra dedicar aos estudos pq pretendo passar em um concurso publico. Meus pais me deram de presente uma viagem para NEW YORK com os dois. Ano passado meus irmaos foram com eles em um cruzerio e como eu estava trabalhando na epoca nao pude ir. O visto de dez anos dos meus pais venceram em maio do ano passado e eles não foram pra la nesse periodo. Gostaria de saber se tenho que citar que tenho um filho de 5 anos, sendo solteira.

Dr. Spock 01 março, 2009 13:22  

@Danielle Araújo, o seu caso é bem tranquilo no meu ponto de vista: vc é estudante e está indo como turista. Você comprovou o vínculo com o seu país de origem (estudante de faculdade) e além disso, vai ficar no país por um curto período. Talvez o fato de vc ter um filho seja um pequeno empecilho. Empecilho da seguinte forma: eles podem negar o visto para o seu filho, já que com essa atitude, te forçaria a voltar ao país, pois não deixaria o seu filho pra trás pra tentar uma vida clandestina nos EUA. Digo isso pq já ouvi casos assim. Mas fique tranquila, creio que no seu caso não terá nenhum problema. No mais, desejo-lhe boa sorte! Abs

Fabio Laurindo 06 março, 2009 09:25  

Caro Dr. Spock,

Preciso de um aconselahmento. Em julho pretendo ir para os EUA e preciso tirar o visto, pretendo passar seis meses por lá. Sou aluno de doutorado de um Universidade Federal daquido e toda minha estadia na Terra do Tio Sam será financiada pela institituição onde irei estudar lá, na forma de uma bolsa de estudo, inclusive as passagens aéreas. Gostaria de saber qual visto devo solicitar, qual documentação apresentar e quais minhas reais chances. Outra coisa qual o tempo de validade do visto. Grato! Meu email: fabelha@hotmail.com

Dalianinha 07 março, 2009 18:57  

Haha, depois de um mês venho contar como ficou a minha situação com o consulado, que por sinal foi até tranquila! Mas demorada de fato u.u eu cheguei lá e o oficial só me fez algumas poucas perguntas sobre a minha faculdade e o motivo de ir pra lá, ele nem pediu a passagem pra comprovar que era só conexão nos EUA e eu tinha levado tudo que precisava... resultado: vou só dar uma parada nos states e acabei ganhando visto de turista xD isso sim é coisa de louco!!
Beijos!

Rodrigo 07 março, 2009 19:39  

Rodrigo Luiz

Ola, tudo bom?
Sou estudante de intercambio, moro aqui em Londres, Inglaterra, e gostaria de saber se tem algum relato de alguem que pediu visa aos EUA daqui?
Estudo ingles, trabalho part-time, tenho resident permit aqui de United Kingdon e conta
em banco daqui.
Tenho uma amiga que estuda ingles em New York, e gostaria de passar umas 3 semanas la com ela, conhecendo o pais.

Gostaria de saber se existe algum relato de quem pediu visa daqui, por favor.

Muito obrigado

Anônimo 17 março, 2009 00:41  

oi, queria dar meu depoimento aqui, hoje tirei meu visto no consulado do recife..enfrentei uma fila (como todos os consulados) demoreou cerca de 3 horas e meia tudo.. muitos reclamavam , mais é assim mesmo.. o pior é a espera dentro pra entrevista.. mais eu achei todos MUITO educados ,, tanto os brasileiros q trabalham la cuanto os americanos.. quem me atendeu foi uma mulher jovem,,.. muito educada ..conseui meu visto ela nao fez muitas perguntas, e acho q o que posso dizer de ajuda aqui.. é q fiquem tranquilos e tbm nao falem com ninguem, sejam sinceros nas entrevistas e sejam breves nas respostas... e principalmente educados com todos...
valeu pelas dicas..me serviram muito .....abraço

Anônimo 21 março, 2009 21:04  

Ola..

Minha entrevista para conseguir o visto esta marcada para a prox. quarta,mas, tenho algumas duvidas.Gostaria de tirar o visto de turista,pois,tiro ferias do trab em Junho e gostaria de ir a Orlando com algumas amigas minhas do trabalho.Minhas duvidas sao: Não comprei as passagens ainda e não tenho certeza de em que hotel iremos ficar,Ahh... tem mais.. trabalho e tenho uma renda razoavel(media)(Será q isso é problema???)

Dr. Spock 22 março, 2009 11:29  

@Anonima que vai viajar com as amigas, o visto de turista, pelo que tenho visto, é o mais tranquilo de todos. Com relação as passagens, não creio ser um problema vc ainda não tê-las com vc e nem o fato de ainda não saber onde vai se hospedar. Com relação a renda, é sempre bom ter consigo algo como declaração de imposto de renda, contra-cheque, documentos que comprovem bens, se você tem filhos leve a certidão de nascimento, ou se é casada, entre outros documentos. O quanto mais você puder provar que tem vínculo com o seu país, mais fácil pra te concederem o visto. A preocupação do governo americano é com a presença de pessoas ilegais no país.
Boa sorte!
Obs.: se puder, escreva aqui um depoimento de como foi a sua entrevista, ok?

Anônimo 23 março, 2009 21:04  

Obrigada, Dr. Spock!!
Amanhã estarei embarcando pra Recife para tirar o visto(Eu e minhas amigas)!!!
Quando voltar, conto pra vocês como foi!!
bjo..

Viaja na minha viagem !!! 24 março, 2009 13:44  

Minha situacao. Tenho 26 anos, solteira, sem emprego(mas uma loja do meu pai esta no meu nome e consta pro-labore, n sei de qnt nem nada, mas sei q tem), 5 perioso de faculdade, moro com meus pais e dependedo deles. Passei 1 ano no canada de dez de 2006 a dez de 2007, fazendo intercambio e consta o visto em meu passaporte. 2008 nao viajei e esse ano meus pais me deram uma viagem a nova york no mes de julho, ferias da facul. Preciso do visto de turista. porem proximo ano eh 2010 e tem as olimpiadas de inverno em vancouver-canada, onde pretendo ir com visto de trabalho pra poder participar das olimpiadas. Se meu visto de turista americano é negado, minha agencia falou que vai ser um problemao tirar o canadense. EU AMO O CANADA ! e pretendo sempre voltar la de ferias..tenho muito medo de meu visto americano ser negado, e atrapahlhar meu visto canadense,mas tb nao posso perder essa oportunidade de ir a nova york de graca neh ?
Entrevista em Recife.
carta custeio autenticada em cartorio, q ambos vao pagar minhas despesas.
3 ultimos extartos de ambos
imposto de renda
carta de vinculo com minha facul.
e mais alguns documentos..

MAS ESTOU MORRENDO DE MEDO !!!

na duvida se desisto desse americano pra ter a certeza do canadense ou se arrisco mesmo e vou la conhecer a big apple.

Ainnn q dor..

raissarangel@hotmail.com

Fabiane 30 março, 2009 21:49  

Dr. Spock
eu, meu marido e meus sogros queremos tentar o visto para passear na Disney. Como aquela taxa de R$ 38,00 permite marcar até 5 pessoas da mesma família, posso considerar que nós 4 somos da MESMA família ? Eu sou a unica que já tive o visto negado. Mas minha situação se encontra bem diferente do que na época. Isso pode atrapalhar dessa vez ?

Lucas 31 março, 2009 01:13  

Viagem -

no fim do ano vou fazer um work experience.. será q o fato de eu fazer aniversario dia 11 de setembro pode prejudicar meu visto? hehehe

lucasrdf@hotmail.com

Danielle 03 abril, 2009 23:33  

Oi!!!

vim aqui mes passado esclarecer salgumas duvidas e pegar dicas com vc!!
hj retorno pra agradecer as suas dicas, venho de brasilia com o meu visto concedido!!!!

Minha entrevista n durou 5 mminutos, foi junto com meu pai, todos sem excessão na embaixada sao educadissimos!!! Minha entrevista estava marcada para as oito e chagamos as sete e tinha 3 pessoas na nossa frente, saimos da embaixada exatamente 8:25.

Pude perceber q sorte pode até contar, mas na atual situação em que se encontra os EUA, um bom comprovante de renda conta muito mais.

Obrigada pelas dicas...

Danielle Araújo - BH

Dr. Spock 05 abril, 2009 15:25  

@Lucas, a menos que você esteja pensando em um novo atentado terrorista contra os EUA, esse fato não terá NENHUMA interferência na sua entrevista!

Dr. Spock 05 abril, 2009 15:30  

@Fabiane, a questão da taxa de R$ 38,00 creio que vc pode ser considerada da mesma família sim. Qto a vc já ter tido um visto negado, aí isso pode se transformar em um problema pra vc, mas não para seu marido e sogros. Pra dizer a verdade, não sei qual e a justificativa usada pra te negarem um visto novamente, mesmo com a sua situação estando bem diferente, como vc mesma mencionou. E pelo que vc disse, creio que está indo como turista, não é mesmo? E, na atual situação econômica que se encontra os EUA, não faz sentido restringir a entrada de turistas no país, já que turista significa entrada de dinheiro no país.
Boa sorte!

Turista / Orlando 10 abril, 2009 20:31  

Olá. Estou pretendendo viajar para os EUA este ano.

O problema é que estive por lá há mais de 10 anos, com visto de turista de 1 ano e permissão de estada (no aeroporto) de 1 mês, mas acabei ficando 1 ano e 3 meses. Será que eles terão registro desses fatos no consulado ? no formulário DS-156 devo contar-lhes que já estive lá ou omitir este detalhe e, caso positivo, contar sobre o tempo total de estada ou dizer que fiquei poucos dias ?

Atualmente tenho estabilidade no Brasil: emprego público com renda alta, imóveis, etc.

Agradeço sua opinião ou alguma informação que possa ajudar-me a decidir o que fazer ...

Anônimo 16 abril, 2009 13:31  

Bom eu estou indo para sao paulo fazer minha entrevista dia 27 de abril espero que meu visto seja aprovado...
depois do dia 27 venho aqui contar pra vcs como foi minha experiencia...
beijinhos

Anônimo 18 abril, 2009 15:54  

Olá, por favor, pretendo tirar visto como turista, não tenho data para viajar, mas vou este ano 2009 para Orlando e no final do ano fazer um Cruzeiro. Detalhe, estou desempregada, mas tenho residência em meu nome, tenho carro, sou solteira moro sozinha meus pais moram na mesma cidade(SP)em outro bairro.
Consigo o visto sem data previa para viajar?
Meu visto poderia ser negado por eu estar desempregada no momento? Ou não tem nada a ver.
O que vc me aconselharia fazer, mesmo porque só estaria adiantando o meu visto para futura viagem. Será que consigo? Obrigada. Denise.

Dr. Spock 19 abril, 2009 19:37  

@Turista/Orlando, o seu caso é realmente diferente de todos que já vi por aqui. A utilidade da taxa SEVIS é justamente para que as autoridades americanas tenham controle sobre TODOS os estrangeiros que entram nos EUA e da sua vida no país. Mas na sua época eu não creio que a taxa SEVIS existia. Por outro lado, pode haver um registro da data da sua saída do país (3 meses após o visto ter expirado). De qualquer maneira, o fato de vc já ter ido e voltado do país é ponto positivo pra vc, pois o medo que eles tem é que os imigrantes fiquem como ilegais nos EUA. E como no seu caso vc agiu de "forma correta", não há motivos para temer.
Qto a sua situação financeira, é sempre bom levar comprovante de bens, imposto de renda, contra-cheque, entre outros.
No mais, desejo-lhe boa sorte! E, se possível, volte aqui para contar a sua experiência, ok?

Dr. Spock 19 abril, 2009 19:40  

@Anônimo, desejo-lhe boa sorte na entrevista do dia 27 de abril. Aguardo o seu depoimento aqui, ok? Só um detalhe: utilize um nome de identificação, pois "anônimos" aparecem muitos aqui, rs...

DENISE 21 abril, 2009 19:26  

Olá, por favor, pretendo tirar visto como turista, não tenho data para viajar, mas vou este ano 2009 para Orlando e no final do ano fazer um Cruzeiro. Detalhe, estou desempregada, mas tenho residência em meu nome, tenho carro, sou solteira moro sozinha meus pais moram na mesma cidade(SP)em outro bairro.
Consigo o visto sem data previa para viajar?
Meu visto poderia ser negado por eu estar desempregada no momento? Ou não tem nada a ver.
O que vc me aconselharia fazer, mesmo porque só estaria adiantando o meu visto para futura viagem. Será que consigo? Obrigada. Denise.

Dr. Spock 21 abril, 2009 19:48  

@Denise, nao aconselho você a tirar o visto "só para adiantar"como vc mesma colocou. Vai que te concedem um visto de turista de apenas 4 meses, com vc planejando a viagem para o fim do ano? Ou vc é obrigada a adiantar a sua viagem ou perde o a época do visto. Portanto, só agende a sua ida ao consulado quando já estiver com uma data pré estabelecida. A quanto a sua atual situação (desempregada, mas com alguns bens), pode ser meio perigosa, já que dependendo da sua idade (vc não mencionou, é importante saber) vc pode ser considerada uma potencial imigrante ilegal (se for mais velha, acima de 24 ou 25 anos) ou apenas uma estudante a fim de fazer somente turismo (até 24). Portanto, qdo for fazer a entrevista, leve o máximo de documentos dos seus pais que você puder que comprovem que eles tem como te sustentar e diga que ainda mora com eles. Outro fator a ser considerado: na atual crise econômica, a entrada de turistas nos EUA é sempre bem vinda, uma vez que isso injeta mais dinheiro no país.
No mais, te desejo boa sorte. Qualquer outra dúvida, é só entrar em contato!

Anônimo 22 abril, 2009 11:56  

Dia 16/04, fui no consulado americano em sp para tirar o visto e tudo ocorreu com muita tranquilidade, todos foram educados e a entrevista é normal, onde me peguntaram o que eu fazia e se morava com meus pais.
Sou estudant de pós - graduação e ñ precisei mostrar nenhum documento. Portanto, podem ir despreocupados, é so responder corretamente as perguntas.

Anônimo 07 maio, 2009 01:17  

Olá, eu tenho uma dúlvida ultra cruel! Eu recentemente recebi uma oportunidade de estudar lá nos Estados Unidos patrocinado por uma instituição, o problema é que eu sou POBRE mesmo e não possuo bens!E agora, darei adeus a essa grande chance? Preciso de dicas!!!
santiagodossantos@hotmail.com

Kerolyne 19 maio, 2009 14:00  

Oi... fui ao consulado de Recife ontem e meu visto foi negado... =/ ia fzer um curso na Kaplan d Ingles d 1 mes d duração nas fériaas... meu pai q tava bancando tudo... faço faculdade d Direito e trabalh oe m academia d ginastica... tnho 30 anos... e levei todos documentos do meu pai q tem uma construtora... fui negada com a alegação q n possuia vinculos... =/ O QUE FAÇO? estou pra abrir minha academia no fim do ano... mas ainda n constitui empresa... ahhhhh raiva... ia ficar na casa d uma amiga q é casada com um americano... agradeço... meu contato kerolynegb@hotmail.com

Dr. Spock 20 maio, 2009 16:48  

@Kerolyne, O mais importante para o oficial consular é ter certeza que vc possui algum vínculo com o seu país de origem, pois eles não querem pessoas ilegais nos EUA. Já bastam os milhares de mexicanos! No seu caso, pelo fato de vc fazer direito, ou seja, seria um forte vínculo com o país, nao sei o que deve ter acontecido. Vc por acaso levou o seu comprovante que está cursando? Isso é importantíssimo! Se vc tiver levado e ainda assim eles nao consideraram como vinculo, eles devem ter levado em consideração a sua idade (30 anos), pois pra estudar, a maioria das pessoas é mais jovem! E como vc já teve o visto negado, para vc conseguir outro é bem complicado. É como se vc ficasse "manchada"!

Fernando 07 julho, 2009 17:50  

Olá! Meu nome é Fernando, tenho 20 anos, estudo na PUC MINAS 6º período em Sistema de Informação. Tenho uma micro-empresa de venda e manutenção de computadores e sou sócio de um Depósito de Materiais de Construção, mas não tenho casa nem carro em meu nome ainda! Quais as minhas chances de conseguir um visto de turista? Tenho amigos brasileiros que residem nos EUA legalmente, necessário citá-los? Vantagem ou desvantagem?! Agradeço quem puder me ajudar!!!
Ps.: Meu pai tem uma Construtora e é bem estruturado (pela graça de Deus, hehe) convém levar algum comprovante de renda dele?

Anônimo 10 agosto, 2009 16:45  

Boa tarde!!!
Por favor preciso urgente de sua ajuda!!
Tive o visto de 10 anos e morei nos USA ilegal e tive um filho nos USA, eu vim para o Brasil e meu visto venceu a 2 anos, eu preciso renovar meu visto, pois meu esposo ainda esta nos USA e está esperando por eu e meu filho.
Será que eles vão saber que fiquei lá ilegal.
Muito Obrigadu!!!

Anônimo 11 agosto, 2009 11:06  

ola,estou com uma duvida,estou indo no consulado essa semana,tentar o visto de turista,eu ja morei la por alugns anos ilegal,tem como eles saberem que eu tive no pais deles ilegal,e se eu conseguir o visto eu terei problemas ementrar no pais depois ,por favor aguardo sua resposta abracos

Anônimo 15 agosto, 2009 14:04  

olá, meu nome é linderson,
eu pretendo ir aos estados unidos no ano quevem mais eu tenho só 18 anos eu meu pai nao tem carteira assinada masi uma pessoa amiga minha vai pagar tudo pra mim como devo proceder tendo em vista que esta pessoa tem carros casas visto americano e uma empresa? espero a resposta!!
meu e-mail é. linderson.f.dias@hotmail.com

Anônimo 19 agosto, 2009 15:48  

Olá, fui para o consulado americano (recife) Gente, vcs nem acrditam o que aconteceu comigo minha mae e minha vo... meu caso é o seguinte... tenho uma tia que mora nos Eua a mais de 8 anos, e colocamos o nome dela... quando chegamos la, tinha duas pessoas atendendo (uma americana, que fala pouco e ruim portugues) e um brasileiro... o brasiliero liberou uns 50 vistos e ela negou tdos os que foram pra cabine dela... eu estava pedindo a deus pra nao cari na cabine dela.. porem o pior aconteceu... caimos na dela. quando ela viu que tinhamos parentesco com uma brasileira que morava nos eua e perguntou o que ela era nossa.. a pergunta que ela fez em seguida foi: Ela foi pra la arrumar homem? Voces acreditam nisso? Depois disso ela nem olhou mais nda, apenas disse friamente que o visto tva negado, tentamos contestar, mas de nda adiantou.. tinhamos tdos os documentos que mostaravam que tinhamos vinculos fortes p/ voltar p/ o brasil.. Estamos pessimas.. sera que vc acha que tem problema tentar o visto em brasilia? o pior, que ja tinhamos sido avisadas que recife era horrivel, mas como era o mais pertinho de fortaleza prefirimos la... uma pena.. Pois é.. que dicas vc poderia me dar? obrigadaaa!
Meu e-mail kgracek@hotmail.com
respondaaaaaaaaaaaaaaaaaaa pleaseeee

ray 21 agosto, 2009 19:58  

OI
Tenhu umA DUVIDA CRUEL ESTOU INDO FAZER MINHA ENTREVISTA DIA 17 E TENHO MUITO MEDO DE ELES ME SONEGAREM POIS ESTOU INDO PROS EUA VISITAR MEUS TIOS JUNTO COM MEUS AVOS PATERNOS QUE POR SINAL VAO ME CUSTEARJA FIZ A CARTA DE CUSTEIO E TENHO MEUS DOCUMENTOS E O MAIO VINCULO QUE EU TENHO E A ESCOLA COM CONCLUSAO FIM DO ANO QUE VEM TENHO UMA DECLARACAO DA ESCOLA E TODAS ESCRITURAS E BENS DE MEUS AVOS SERA QUE TENHO POSSIBILIDADES DE PASSAR...

MEU EMAIL

ray_gustavo2@hotmail.com

grato Ray

Anônimo 30 agosto, 2009 16:34  

Senhores e senhoras... eu preenchi a papelada, fiz a reserva no hotel, comprei a passagem, fui dar uma palestra, portanto , liguei para a organizadora do evento e pedi sua autorização para dar seu celular a embaixada para confirmar. Levei varios outros documentos que nao precisei apresentar e principalmente fui pontual. Fui muito bem atendido na emb. em Brasilia Lembro a vcs que ao entrar em uma embaixada valem as leis do Pais representado. Nos EUA respondi as mesmass perguntas 2 vezes após sair do aviao; PARA ODE VAI O QUE VAI FAZER E ATE QUANDO VAI FICAR. UMA DICA: Usem meias novas e sem chulé, usem camisa de preferencia sem jaquetas ou Blazer, vais precisar tirar tudo no aeroporto antes de voltar.

Anônimo 01 setembro, 2009 22:45  

Gentem porrr favooorr, ja to trancando aki..aff..minha entrevista sera no dia 11/09 em SP..me formei em junho de 2008 em direito,no momento nao to trabalhando pois estou estudando p/ concurso, nao to fazendo cursim ainda nao..moro com meus avós..peguei a carta de conclusao de curso de direito na minha faculdade, estou com meu diploma e todos os documentos do meu pai pq ele é empresario e estou colocando como se ele estivesse custeando minha passagem e tudo mais, 3 ultimos extratos, IR, 2 escrituras, etc..fiz uma carta custeio p/ ele assinar e conhecer em cartorio, consegui uma carta convite assinada por 2 pastores dizendo q é um convite para treinamento do ministerio de crianças..coloquei o endereço da pessoa q vou ficar..meu avô, tio e esposa vao tentar tirar o visto tba no mesmo dia e horario e vao ficar na mesma casa que eu, só que nao inclui sobrinha e nem neta como grau de parentesco p/ agendamento familia..aff..tive que fazer a minha separada..minha duvida é: tem como eu fazer a entrevista junto com minha familia: tio,tia e avô??? a entrevista é conjunta???? e sera que tenho chances de conseguir o visto com esses documentos que consegui??nao sei mais que documento arrumar, agora é apostar na sorte e em Deus pq o trem é feio p/ quem ainda nao teve essa temida entrevista...aff.. ME AJUDEM POR FAVOR....Niquinhagott

Filipe N 16 setembro, 2009 11:36  

Respondendo a pergunta da anonima sobre fazer a entrevista com a tia, tio e avô, pelo que eu sei vc teria de ter agendado essas pessoas para fazer a entrevista com vc.
Pq a dois anos atras eu e minha irmã, que era de menor fomos fazer a entrevista. Então minha Mãe pode entrar e participar da entrevista juntamente comigo e minha irmã, mas uma prima de primeiro grau que viajou com a gente para tbm fazer a entrevista e não tinha feito o agendamento, não pode nem entrar do porão pra dentro do consulado de SP. Ela teve de esperar sozinha lá fora coitada. Ainda bem que pelo trabalho que deu eu e minha irmã conseguimos o visto de turista.

Mateus Souza 25 outubro, 2009 19:05  

Assino embaixo o que disse o Anônimo do dia 31 de agosto! Pessoal, um aviso: por favor, não comentem como anônimos, pois fica difícil de responder! Coloque somente um nome ou apelido, pelo menos para fazer uam identificação!
Obrigado

Anônimo 10 novembro, 2009 19:05  

Roberto/BH

Prezados, minha entrevista será dia 13/11 em SP, Sou advogado, tenho bens em meu nome (recebi de herança) porém, nos últimos 3 anos meu imposto de renda foi declarado com isento. Este ano comecei a receber $$ das causas em que atuei, somente ano que vem, mudará minha declaração de imposto de renda. Vocês acham que será problema pra ter o visto concedido? Estou com um saldo na conta razoável... Já morei em Londres, inclusive tenho o visto UK vencido no passaporte antigo (devo levá-lo ou não adianta?)... Agradeço as dicas que vierem...
Obrigado.

Mateus Souza 11 novembro, 2009 00:31  

@Roberto, Se você tem como comprovar todos esses bens e o seu emprego, independente de você estar declarando imposto de renda ou não, creio q seja indiferente. Outro detalhe importante: o fato de vc já ter ido ao Reino Unido e voltado, já é um fato que te ajuda muito. A principal preocupação dos americanos é evitar a entrada de pessoas que pretendem ficar ilegalmente no país, e o fato de vc já ter feito uma viagem internacional e voltado é um ótimo indício de sua índole.
Boa sorte na entrevista!

Anônimo 11 novembro, 2009 01:31  

Gentem...sou a Niquinhagott...bem, tive minha entrevista no Consulado de SP juntamente com meu avô,meu tio e a esposa e meu namorado é americano, ele veio p/ ir no dia comigo, acho que isso facilitou bastante viu..levem tudo ja pago e assinado pois a fila é grandinha e eles conferem na fila se vc preencheu tudo devidamente correto tba.Paguem as taxas todas antes tba p/ evitar pagar mais caro lá na hora ou ate mesmo a correria e o desespero.Bem..achei o Consulado de SP muito tranquilo, a unica coisa que me atrapalhou foi a minha foto que levei, e que infelismente tive que tirar outra la na hora devido a minha franja estar tampando UM POUCO parte da testa, mas tudo bem...faz parte né..tive q pagar o dobro lá na hora e colocar o cabelo p/ tras, horrivel, mas fazer o que né..rs..estava lotado la no consulado só que achei que fosse pior e bem mais demorado, mas durou umas 2 hs tudo e atrasou mais tba por causa dessa nova foto que tive que tirar lá.Minha entrevista foi tranquila pq fomos em familia e acho que isso facilita d+++ e acreditem ou nao, nao pediram p/ ver NENHUM documento, apenas fizeraam perguntas basicas p/ meu avô, tio e tia: quanto eles recebiam, qual era a profissao, e quanto tempo trabalhavam naquela area..e p/ mim fizeram a pergunta:onde me formei( acho q era p/ ver c batia com o que tinha escrito na ficha),p/ que estava estudando.Nós todos falamos que estavamos indo apenas visitar os Statese nao nos pediram NENHUM DOCUMENTO, p/ nossa surpresa, mas levamos todos os exigidos no site..meu namorado é americano e esteve todo tempo conosco na entrevista e tenho certeza que ele q nos ajudou, pq iriamos ficar na casa dele e essa era a prova mais concreta,e por ele ser americano fizeram mais perguntas p/ ele q p/ nós:de que q ele trabalhava, quanto tempo estava naquela area,c iriamos ficar na ksa dele, quanto tempo ele nos conhecia e como nos conheceu..a americana foi super simpatica,antes estava morrendo de medo mas todas as etapas:é cabine de vidro e vc fica em pé na frente do vidro( tipo essas cadeias americanas quando advogado ou familia vai fazer visita e tem tipo um microfone e tipo um auto falante na cabine p/ ouvi-los)a 1ªetapa: vc vai entregar todos os formularios...2ª etapa: com a mesma senha te chamam p/ a colheita de digitais..e a ultima etapa 3: é a entrevista...nao demora muito não..caso estiverem desconfiados de alguma coisa eles farão mais perguntas tentando tirar alguma coisa de vc, mas se mostrarem confiança creio que será rapido..após ser aprovado é so sair e pagar a taxa p/ mandarem o passaporte, o meu demorou 6 dias p/ chegar...bem no mais é isso...boa sorte p/ vcs que irão fazer a entrevista..fiquei nervosa d+ antes,procurando informaçoes a respeito e tudo, mas foi tudo tranquilo,eles foram muito simpaticos, e acabou nao sendo nada daquilo que estava imaginando que fosse,nem me pediram os documentos que levei...é so mostrar confiança e ficar tranquilo que tudo vai dar certo...Boa Sorte galerinha...bjuuss

Fabio Vilas 25 janeiro, 2010 15:07  

Preciso de Ajuda,

Meu nome é Fabio , tenho 25, moro em Salvador, trabalho a 2 anos com carteira assinada, faço capoeira e ja tive convites para participar de workshops em Nova Yorque, em 2005 recebi uma carta convite para participar de um workshop em Nova Yorque a convite do grupo Palmares, resolvi tentar, tirei meu passaporte, paguei todas as taxas e agendei minha entrevista no Consulado de Recife, na época não trabalhava com carteira assinada, acho que por isso eles negaram alegando que não tinha vinculos com o Brasil.Agora em Janeiro recebi um novo convite para participar de um novo evento em Abril/2010, o evento acontecerá em 1 semana, sendo que na carta eles explicam que vão arcar com todos os gastos, mandaram reserva de voo e tudo mais, não irei gastar nada, até ficarei na casa deles, gostaria de tentar novamente ainda mais que tenho carteira assinada a mais de 2 anos, tenho uma filha de 4 anos, tenho uma moto em meu nome, caso eles exigam extrato bancáriotenho uma quantia significativa na poupança.gostaria de mais alguns argumentos para que desta vez meu visto não seja negado e o que irei apresentar.
Email caso alguem me responda: fabio.vilas1@gmail.com

Aguardo retorno,

Fabio Vilas

Anônimo 26 janeiro, 2010 22:36  

Olá meu nome é MIka!!! tenho 27 anos, trabalho com carteira assinada (2anos), moro com minha mãe(meu pai é falecido)tenho um carro em meu nome, estou querendo visitar uma amiga em miami por uns 15 ou 20 dias, mais sou nova em tudo isso aqui, devo solicitar visto estudante ou turista o que é mais facil? Minha amiga que mora lá poderia arrumar alguma declaração que vou estudar por lá? O que é melhor? Obrigadinha =)

Dr. Spock 28 janeiro, 2010 20:46  

@Fabio Vilas é o seguinte: infelizmente eu NUNCA vi ninguém conseguir tirar o visto depois de um visto negado. Já recebi uma pergunta com uma situação muito semelhante a sua. O cara foi convidado pra disputar um campeonato, se me lembro bem era de skate. Pagariam todos os gastos dele e etc. Só que o cara já teve um visto negado uma vez, na mesma situação, sendo convidado pra um campeonato, com tudo pago e tals. Mas, mais uma vez, o visto foi negado. Não sei o que acontece, mas é aquela coisa, a primeira impressão é a que fica. Independente de qual consulado vc for, eles tem o seu nome e o seu rosto cadastrado em um sistema e lá vc está marcado com um visto negado.
Nào que eu queira tirar as suas esperanças, mas é a realidade. O que posso lhe desejar é sorte!

Anônimo 05 fevereiro, 2010 13:30  

ola sou LARISSA de fortaleza

tive meu visto negado ontem em recife
levei todos os papeis necessrios
meu motivo era visitar uma tia e primos e conhecer a cidade deles

faço medicina e levei historico
imposto de renda
conta no banco com dinheiro mesmo
assim

o cara apenas pediu pra ver minhas notas na faculdade , imposto de renda do meus pais e só´!

depois ele se incomodou porque minha mae era "apenas" professora,
pergntou milhoes de vezes pq eu nao trabalho

porque eu iria só
conferiu os dados da minha tia no sistema deles
e perguntou como ela entrou la
nao pude explicar muito bem pq ela entrou com visto de turismo sendo casada com um americano que morava no brasil

enfim nao sei o que fazer
quero saber se eu tentasse conseguir esse visto com alguem da minha familia comigo la seria possivel?

quero ressalar que em recife eles nao sao educados , pelo menos esse agente foi rude, nao quis ver meu documentos, menosprezou o fato de minha mae ser professora,
me perguntou pq eu queria ser medica,
e no final ainda disse:

" va terminar sua faculdade que depois voce tenta um visto " nessa hora eu tive qque rir


humilhante


obrigada

larissa

Anônimo 05 fevereiro, 2010 13:34  

desculpe eu postei como anonimo mas pus meu nome
ok?

larissa - fortaleaza

SUELLEN 16 março, 2010 14:54  

Ola preciso de um help!

Meu pai tem 63 anos, tem casa, aposentado (2800.00), IR, um din din na conta e tem uma noiva de 46 anos, pensionista, casa... Moro nos Eua, e ele pretende comprar um pacote turistico e depois vir me ver,( claro sem comentar nada sobre mim...) qual a chance deles terem o visto?

Anônimo 24 março, 2010 21:33  

Boa noite,
Eu sou noiva de um americano fazem 2 anos e algus meses.
Meu noivo fez o pedido fiancé e a imigração enviou uma carta informando que o pedido foi aceito,eu gostaria de saber qual é o proximo processo a ser feito?
Eu li tanta coisa na iternet,sobre entrevista no consulado,atualmente eu estou trabalho,eu gostaria de continuar trabalhando até o dia em que eu conseguir ter meu visto para ir USA, minha duvida é quanto alguns documentos que eles pedem,tipo algum pertence em meu nome,eu não tenho,casa em meu nome,nem carro,eu sou bem humilde e minha familia também
Como eu sou a noiva estou indo para me casar e morar lá eu ainda assim preciso ter comprovantes com vinculos aqui no brasil?
E quanto a renda eu não tenho eu sou arrumadeira num flat e eu não tenho dinheiro guardado.me ajudem por favor!
Obrigado pela anteção desde já,Silvana
Savanadias@hotmail.com meu email

Déia 12 abril, 2010 03:58  

Olá, minha dúvida é a seguinte:

- tenho 35 anos e vou pra Orlando (ponto negativo, já sei...). Tenho todos os documentos, IR, poupança, trabalho, etc... Mas não sou casada legalmente (tenho companheiro há 15 anos) e não tenho filhos.

Até onde isso pode influenciar na decisão do visto se eles acharem que não tenho vínculos com o Brasil?

Obrigada,
Andréia
andreiasaito@hotmail.com

Monique 26 maio, 2010 14:17  

Gentem...eu sou a niquinhagotty...escrevi antes falando sobre meu visto,que foi um milagre,pq nao me pediram papel nenhum,so me perguntaram qual faculdade eu me formei,e p/ q que eu estava estudando( me formei em direito e joguei logo q estou estudando p/ ser Juiza...rs)...aki vai uma DICA FORTE: quando forem tirar o visto, tenta nao tirar sozinho,mas sim em familia e visto de turismo...grande chance de conseguir é tirar quando vai mais gente da familia junto p/ tirar o visto tba...todos os que estavam lá na hora em familia conseguiram..eu fui com meu avô,meu tio, esposa do meu tio e meu noivo foi tba ele é americano,isso facilitou D++ pq fizeram mais perguntas p/ ele do que p/ gente..perguntas tipo:como nos conheceu,quanto tempo nos conhecia,o que ele fazia,etc...eles fizeram perguntas p/ meu avô,tio e a esposa perguntando quanto eles ganhavam e a quanto tempo estavam na profissao deles...foi engraçado q do meu avô ele falou quanto ele recebia,ai a mulher perguntou c ele nao ganhava mais nao...ela achou pouco kkkkkkkkk..mas graças a Deus tudo deu certo...desejo sorte p/ vcs e se der p/ aproveitar essa dica vai dar certo galera

Cissa 20 outubro, 2010 12:38  

Oi,, meu nome e Cissa, vivo nos EUA ,sou casada com um Americano, mas por motivos de trabalho(sou gerente em um restaurante)e outros,nao posso ir ao brasil ainda. So tenho uma pergunta a NIQUINHAGOTTY, ela disse q seu namorado(americano) entrou no consulado de Sao Paulo, gostaria de saber,,ele precisou de um apontamento tbem?Ou deixaram ele simplesmente entrar por ser americano?Temnho essa duvida, por meu marido quer ir ao brasil, no dia da entrevista de meu pai(65 anos),com sua esposa, pra tentar ajuda-los a conseguir o visto. Meu pai ja teve negado o visto 3 vezes(duas em Bsb e uma em Sao paulo), na ultima(sao paulo)por um fio lhe deram o sonhado visto..,mas por fim negaram.Bom, ja li em um site,,, que um Americano nao intervem na entrevista, mas o seu caso e o segundo q ouco de um Americano ajudar.Mas meu amigo,(americano),que conseguiu entrar no consulado de Bsb...(e conseguiu o visto para a cunhada)entrou desapercebido,nao foi facil,como foi para seu noivo entrar la?Espero resposta....bjs

lorennna Oliveira 11 dezembro, 2010 17:41  

Ola, nao sei quando sera respondido ou se sera, espero que sim...
EStou querendo e precisando muito tirar meu visto par os eua, mas visto de turismo. o QUE EU PRECISO FAZER PARA CONSEGUIR , POR FAVOR ME AJUDE
quero muito aproveitar que o dolar estã barato para aproveitar a baixa do dolar...\Se possivel
Outra pergunta, quando se vai marcar, demora muito para a entrevista? Em média quanto tempo?
por favor me mande uma resposta ao meu e-mail


lorenna.velozo@hotmail.com

lu 26 dezembro, 2010 13:13  

fui para os usa pelo mexico meu passaporte ficou retido na imigracao fiz outro em maimi agora quero tentar o vista de turista sera que consigo

Anônimo 22 janeiro, 2011 15:02  

Marcelo ES Vitória

Cara...tamanha humilhação que alguns colegas relataram...sei lá eu acho que não suportaria..já que o visto foi negado e está "manchado"...mandaria tomar no c.....hehehe
abraços!

Anônimo 28 fevereiro, 2011 01:34  

Bom, tentei tirar um visto de turista mas nao foi Concedido, infelizmente, por falta de vinculo com o pais de origem.
Tinha 17 anos a poucas semanas ia fazer 18 então tive que ir com o meu pai, chegamos ao consulado fomos entrevistados e a seguinte pergunta foi feita, especialmente para o meu pai: Seu filho estuda em escola publica ou particular? a casa é alugada ou própria? aonde ele vai eo que ele vai fazer lá? O senhor tem imposto de renda? , bom essas foram as seguintes perguntas, no final ela falou seu visto nao foi concedido, meu pai quase quebrou ela no meu, falou vamos sair dessa bosta agora, mas só queria passear naquela merda, estava com a porra do dinheiro!!!!

Fernandes 23 julho, 2011 21:59  

e ai galera,olha so eu moro no reino unido,tenho residencia aqui,casado com portuguesa,vou de ferias ao brasil no proximo mes e queria tentar o visto ai ja que me negaram aqui em Londres ano passado,trabalho na msm empresa ha 2 anos,sou legal,sera que consigo?? abraco

fabenatti 22 novembro, 2011 02:18  

ei vou fazer minha entrvista dia 16 de dezembro as 7 da manha,vc acha que devo chegar as 5 ou 6 horas??? e como devo ir vestida pq sou estudante vou pedir visto de turista, entao trabalho num escritorio de advocacia como estagiaria, devo levar uma declaração né?? pq nós estagiários não temos carteira assinada..eu estou acostumada a me vestir de calça jeans sapato alto e blazer, mas acho que vou tirar o blazer nesse dia né??? to com medo!!

Beatriz Vitorino 07 janeiro, 2012 15:50  

Olá galera, me chamo BEATRIZ, e vou contar um pouco da minha experiência ( que não foi agradável).

tENHO 19 anos e tentei meu primeiro visto no consulado de Recife, q era o mais próximo pra mim.

Ressaltando duas coisas q a Larissa falou nos comentários acima:
1- em Recife, eles não são mt eduacados. Observei q um dos consul's era alegre e talz, mas o que negou o meu visto era super ignorante, sem dizer q o portugUes deles é uma bosta, e pra fuder de vez a bagaça, a caixa de som dele, por onde eu o escutava estava falhando, então ficava mt dificil entender o q ele estava falando, por isso ele achava q eu estava mentindo pq sempre demorava pra responder.

2- Ele menos prezou por meu pai ser autonomo, e minha mãe ser atendente.

Ele nem sequer perguntou quais os vinculos eu tinha no Brasil (eu trabalho, faço faculdade, tenho um terreno no meu nome)
O cara era tão grosso que qnd eu disse q ia pra Lowell, uma cidade próxima à Boston, ele disse q lá num era um lugar interessante de ser visitado, e perguntou pq eu ia pra lá, disse q tinha encontrado um hotel mais barato lá. (mas na verdade eu ia ficar na casa dos meus primos, mas achei melhor não falar, pq geralmente eles encaram como mais um motivo pra vc ficar lá),e mesmo assim, e daí q num era interessante, num sou eu q vai gastar dinheiro nessa bosta?

No final de tudo, de nada adiantou todos os papeis q levei (meus 3 ultimos contra-cheques, carteira de trabalho, declaração e boleto pago da faculdade, IR dos meus pais)

Agora vou tentar novamente, mas acho q agora no consulado do RJ, depois do transtorno de Recife, num quero nem saber de põr os pés lá, alem da minha revolta de 1.000 reais q perdi, entre viagem, taxas de visto e da agencia de viagens, hotel, alimentação e talz.

***ahh, sem dizer q o sol é de lascar, eu levei sombrinha, mas uns carinhas lá te vendem por 20,00 reais, ou alugam por 10,00. E caso a sua garrafinha de água esteja aberta, eles te fazem tomar um gole pra ter certeza q num é algum liquido inflamável.

MT HUMILHAÇÃO!!!!

Anônimo 04 abril, 2012 04:20  

galera sou o andré do rio de janeiro..meu sonho era conhecer new york...nao sabia nada de visto americano e contratei o serviço de um agente aqui no rio. fiquei super nervoso pq o cara que fez o formulário e me deu as dicas.
no dia da entrevista foi assim.
consul>bom dia!
eu> bom dia, tudo bem!(natural)
consul> estou otimo e vc.
eu> bem.
consul>quem preencheu esse formulário.
eu>(gelei mais respondi)um amigo que tem o visto.
consul>pq vc nao preencheu vc é dependente dele.
eu>eu confiei nele pq ele ja foi aos eua e voltou com segurança quero fazer o mesmo.

ele começou a digitar e gelei quando ele falou visto concedido pague a taxa e espere o passaporte em casa.
galera as vezes vale a pena gastar um pouco e pagar alguem que realmente entenda disso,do que ser negado e jogar dinheiro fora.vi muito terem o visto negado mesmo depois de tudo comprado..pra quem quiser...o email do cara é rodrigobolina@bol.com.br recomendadissimo.

CINTHIA 05 abril, 2012 11:51  

AMEI SUAS DICAS, ESCLARECEU BASTANTE, TENHO UMA DUVIDA, JA MOREI LA POR 6 ANOS FUI ILEGAL, VOLTEI FAZ 1 ANO TENHO DUAS FILHAS NASCIDAS LA, AGORA QUERIA VOLTAR A PASSEIO, VC SABE DE ALGUEM COM SITUAÇAO PARECIDA QUE CONSEGUI O VISTO, DESDE JA AGRADEÇO, BJIM

Anônimo 18 abril, 2012 12:52  

Ola?? irei fazer a entrevista no consulado americano junto com minha mulher e minha mae,tenho um filho de 3 anos,posso leva-lo junto ?pois nao tenho com quem deixar,,isso atrapalha aguma coisa?? obrigado Paulo...psouza703@hotmail.com

Anônimo 25 abril, 2012 22:57  

Legal suas dicas.

Postar um comentário


Aqui o espaço é seu, diga o que quiser: elogie, xingue, fale palavrão e o caralho a 4... Sinta-se à vontade!

Mas ATENÇÃO: faça o possível para não comentar como ANÔNIMO!!!

Obs.: Se estiver a fim de falar alguma merda pra me ofender ou tentar me denegrir, pelo menos não comente como anônimo e deixe no mínimo um e-mail para contato. Aguarde, que eu te respondo.

Links Recebidos

Úlimos Leitores

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP