quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Você tem medo de quê?


Finalmente o tal do Pan do Rio terminou. Já não aguentava mais tanto esporte furado, como por exemplo o hipismo e o tiro ao alvo (no próximo eu quero ver o Cuspe à Distância e a Queimada), sem falar das tais "coberturas exclusivas" que de exclusivas que não tem nada. E sem contar também que mais uma vez eu tô atrasado pra soltar os meus pitacos... Mas fazer o quê se o meu dia não tem 30 horas?

Voltemos ao Pan...

Você já sentiu medo? Você sabe o que é suar frio, as pernas tremerem, a visão escurecer ou perder a fala? Não, não estou falando de febre alta ou coma alcoólico. Tô falando de medo mesmo! Tem gente que tem medo de barata (homem que tem medo de barata é metrossexual), de aranha peluda (esse é viado mesmo), de cobra, de morrer afogado, medo do escuro, de ter que trocar as fraldas geriátricas dos pais idosos, de avião (antes dos desastres da GOL e da TAM). Também tem gente que tem medo de ficar calvo, medo de trabalhar, medo de fazer provas, medo de precisar de viagra, medo de morrer virgem, entre tantos outros.

Estava eu assistindo às competições da ginástica, logo nos primeiros dias da baderna, onde participavam, Daiane dos Santos, Daniele Hipólito, entre outras ginastas menos (ou nada)famosas. Não sei se é algum pré-requisito ou se é algum sistema de seleção natural devido à evolução, mas (quase) todas as competidoras tem um tipo físico um tanto diferente das outras mulheres. Veja bem: o que te atrai fisicamente em uma mulher (pergunta aos machos somente, mas se alguma mulher quiaserpensar na resposta sinta-se à vontade)? A maioria dos brasileiros diria é claro um "corpão violão". Resumindo: bundão, peitão e coxão.



Agora pensem no corpo dessas ginastas, mais específicamente a Daiane e a Daniele. Seus corpos são masculinizados, com uma grande porção de nanismo. Se parecem muito com uns caras aqui da minha cidade (os nanicos bombados). A largura dos ombros dessas mulheres é coisa de assustar! Sem falar dos braços e do trapézio (aquele músculo que fica abaixo da nuca). Alguns podem até dizer: "mas você já reparou na bundinha delas? Mas como você consegue pensar nessas bundinhas se olhando pra elas é fácil você enxergar um travecão?

Chegamos ao ponto do início da discussão: o medo. Só de pensar na possibilidade de você encontrar com uma coisa dessas numa balada, ou num barzinho qualquer te olhando sorrindo e logo em seguida soltando aquele piscar de olhos de felicidades com o flerte já me faz ter calafrios! A sabedoria popular diz que não existe mulher feia, você só precisar beber mais! Ocorre que muita gente atinge um certo nível de sangue no álcool (quer dizer, de álcool no sangue) que já não consegue fazer nenhuma distinção entre mulher e o bichinho do São Jorge e acabam por achar a Daiane dos Santos uma Beyoncé, ou então a Daniele Hipólito uma Mulher Samambaia. Sim, elas tem muito em comum. Veja por exemplo o branco dos olhos...




E o que acontece no dia seguinte? Quando você, meu amigo, se lembrar do que aconteceu naquela boate na noite anterior (isso se você se lembrar), vai pensar "o que foi que eu fiz?" Com certeza muitos vão se identificar com a situação, sem dúvida. Eu mesmo já passei por isso (veja bem, já passei, mas foi em tempos remotos)!

Mas então, o que fazer quando o inevitável já aconteceu? Você diz: "Quem nunca pegou mulher feia é porque mora em Florianópolis!". Tá, isso é uma exceção à regra. Mas quem é que já pegou as anãs parrudas Daiane dos Santos e/ou Daniele Hipólito? Com certeza isso seria uma justificativa muito plauzível para atos cometidos impensadamente devido ao estado de embriaguês. Pegar alguma delas pode dar um certo status, apesar de serem duas "Num Vô" com direito à plaquinha. Você pode chegar pra sua galera se gabando de ter trocado fluídos com alguma das monstrinhas que ainda assim vai ficar por cima. Como eu escutava antigamente, quem come de tudo tá sempre mastigando!

Certa vez, um canal de tv fez uma reportagem mostrando como é a vida social dessas meninas e resolveram mostrar a Daiane em uma boate. Afinal de contas, ela também sente necessidade de fazer sexo, como qualquer outra mulher da sua idade. Se arrumou toda, maquiou, fez chapinha, passou perfume, colocou aquela roupa de missa em dia de domingo e se muniu de uma camisinha na bolsa para o caso de ocorrer a situação descrita acima. Então partiu pra night. A coitadinha não levou uma cantada sequer! Nem mesmo uma piscadinha. E ainda encheu a cara pra ver se tomava a coragem de chegar em alguém, mas na hora H, lhe faltou a dita "cara-de-pau". No máximo ela ganhou uma ressaca no dia seguinte.

Mas a vida é assim mesmo. Uma hora você tá por baixo, uma hora você tá por cima, outra hora você pega uma ginasta. Até que chega uma hora e você se estabiliza: ou vira um pinguço ou dá um jeito de enxergar melhor.

Aproveitando o assunto, acho que uma renovada na enquete não seria nada mal, para coroar a nova "pequena mudança" no layout (se não me falha a memória, pela décima terceira vez): Qual o seu maior medo? Vê se votem nessa bagaça, porque enquete é pra ser votada, e não enfeitar o layout!

Dr. Spock

6 comentários:

Danie 03 agosto, 2007 09:52  

Ahh
Pelo menos elas tem talento neeh?

ashuauhshusa

enquete votadaa =)

beij0s

Fura Olho 03 agosto, 2007 13:14  

Quanto a esse papo de mulher feia, aplica-se a filosofia do Dadá Maravilha:

"Não existe gol feio, feio é não fazer gol."

Ou seja, ponto é ponto.

Abs

Larissa Bohnenberger 03 agosto, 2007 14:16  

Apesar de ter morrido de rir com esse teu post, por solidariedade feminina à Daiane dos Santos, que eu adoro, não tecerei nenhum comentário!

Karina 03 agosto, 2007 15:16  

ei... esse texto é enoorrmmeeeee
mas ainda assim divertidíssimo... estava crente q iria começar a lê-lo e ficar com peguiça durante o percurso, sei lah!
mas mto show... agora, coitadinha das ginastas... sei lah, deve existir gente no mundo que keiram dar uns pegas nelas de vez em qd... (naum tô falando só de bêbados!)HEHEHEHEHEHEHHE
agora, achei ultra-engraçado a parte q existe em comum entre as ginastas e mulheres-violão como Beyoncé e Samambaia (como vc msm colocou no post).
pois eh, para finalizar, fikei curiosa de como foi a sua noite de bêbado e q no dia seguinte vc se perguntou "meu Deus, o q eu fiz?!"
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
deve ter sido cômico!!!

Jade 03 agosto, 2007 21:34  

Você não tá pensando pelo lado bom!

jah imaginou as loucuras que esses corpos de elastico podem fazer na cama?!

Senhor Uruca 06 agosto, 2007 19:53  

Nooossaaaaaa, que engraçado! Além do mais, super bem escrito. Parabéns! Concordo, em número, gênero, grau, substantivo e massa atômica.
Duas "Num vô", é demais para mim!

Postar um comentário


Aqui o espaço é seu, diga o que quiser: elogie, xingue, fale palavrão e o caralho a 4... Sinta-se à vontade!

Mas ATENÇÃO: faça o possível para não comentar como ANÔNIMO!!!

Obs.: Se estiver a fim de falar alguma merda pra me ofender ou tentar me denegrir, pelo menos não comente como anônimo e deixe no mínimo um e-mail para contato. Aguarde, que eu te respondo.

Links Recebidos

Úlimos Leitores

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP